HEEEY!

Nenhum comentário: | |
Nada haver com o que vou dizer mas eu sou completamente apaixonada por esse sorriso, motivo da minha felicidade :D!! 

HEEEEEY YAAAH! HELLOU PEOPLES ok parei, enfim eu estive bem ausente esses meses no blog e me desculpem a falta de internet aqui na minha região é frequente e poxa agora vou me redimir com vocês gatas. Eu vou continuar com Dangerous Attraction prometo, mas enquanto eu escrevo o capitulo vou colocar uma fanfic minha aqui pra vocês, ela se chama Your Love Is My Drug, é um conto erótico baseado em Cretino Irresistível, quem já leu? \O/\O/\O/ enfim é isso e espero que gostem do prologo que logo logo trago para vocês. Beijos suas lindas!

8. Paranoia - Eles vão fazer parar

5 comentários: | |

3: I Make You Believe

Um comentário: | |

As garotas querem ficar com ele, os caras querem ser como ele
Quem é esse cara? Quem é esse cara? - Demi Lovato Feat Dev, Who's That Boy

7. Paranoia - Você é minha sanidade Grace

5 comentários: | |


Uma semana depois

- Como foi sua noite ? -Perguntou a doutora Katherine e eu suspirei  
- Normal -menti, dessa vez eu não falaria sobre ele, não diria que continuava o vendo, pois se eu continuasse com isso seria capaz dela pedir para
minha mãe internar-me em um hospital psiquiátrico por meses  
- Esta se sentindo melhor ?
- Sim 
- Você usou drogas, Grace ? 
- Não
- Quer me contar como fora o surto ?
- Eu não me lembro -menti novamente- A única coisa de que me lembro era que estava na sala de Peter com ele e Brazil e Anna na cozinha com Shepley  
- Oque você estava pensando na hora ? 
- Eu estava no vazio, e não havia ninguém. Depois lembro-me vagamente de ver um ser como se fosse de outro mundo, sombrio. E mãos puxando-me para a escuridão.. para o chão.. E a ultima coisa que lembro-me antes de literalmente apagar fora que eu estava na cadeira eléctrica, tentando soltar-me  e depois eu estava simplesmente me afogando
- Você tem certeza que não usou drogas, Grace ? 

Soldier Criminal - Cap. 15

Um comentário: | |


 

 As aulas já haviam acabado. Todos já haviam saído e só restara eu no colégio, eu fiquei para pegar alguns livros na biblioteca e lê-los em casa, já que era lá onde eu passava mais tempo. Guardei os livros em minha mochila e coloquei-a em meu ombro, enquanto andava com passos lentos, pelo corredor quase deserto, pois ainda havia as faxineiras. Em questão de segundos, eu já estava a passar pelo grande portão do colégio. A frente do mesmo já estava vazia, os alunos já tinham ido para suas devidas casas ou não, bom, mas isso não era problema meu. Coloquei meu skate no chão, até que ouço.

- Ellie, espere!

Virei-me e vejo meu professor se aproximar e em segundos estar em minha frente.

- Aconteceu algo? -franzi o cenho-

-Venha cá, por favor - puxou-me levemente para um canto onde nós dois não seriamos visíveis- Tome. –entregou-me uma pequena e fina caixa de veludo vermelho-

- Não estou entendendo –balancei a cabeça-

- Abra que depois lhe conto o porquê disso.

Abri a caixa, como ele havia dito. Dentro da caixa era igualmente coberta de veludo vermelho, como do lado de fora. No meio havia uma pulseira em ouro 18K com berloques modernos. Era tão linda, eu fiquei sem reação.

- Esse é meu jeito de dizer ‘Feliz aniversário’.

- Ele é muito bonito e eu agradeço a sua intenção, mas eu não posso aceitá-lo –levei a caixa em sua direção-

- É apenas um presente de aniversário, nada mais. Eu insisto para que fique com ele -empurrou a caixa em minha direção-

- Isso deve ter sido caro e eu não...
- Não foi nada, okay? Eu quis lhe dar ele e não importa-me o quando custou  -sorriu-

Olhei brevemente para os lados, sabendo que era apenas um simples –mas nem tanto- presente. Mas eu também deveria levar em consideração de que se Jason visse esse presente na certa, não iria aprovar. Sendo assim, aceitei a pulseira, mesmo correndo certo risco.

- Okay, eu aceito –sorriu timidamente- Obrigada. Mas como você sabia que hoje era meu aniversário? –o olhei-

- Olhei em sua ficha no colégio –olhou-me com um sorriso sapeca em seus lábios-

Eu apenas ri. Justin fazia isso comigo, me fazia rir. Talvez ele fosse o único que conseguisse isso com tanta frequência. Fui com ele até o seu carro, que estava estacionado um pouco mais em frente de onde nós nos encontrávamos. O carro era um lindo Audi a3 cinza.

- Quer carona?

- Não –neguei com a cabeça-

- Tem certeza? É uma longa viagem até a sua casa de skate.

- Eu sei, mas essa não é a primeira vez que faço isso e nem será a última.

- Okay.

- Sabe, uma coisa que eu não entendo é como você conseguirá esse carro. Digo, com o salário de professor não dá para comprar um desses ou dá? –franzi o cenho-

-riu divertido- Não, com o salário de professor definitivamente não dá. Eu tenho esse carro já faz algum tempo, são coisas sem importância –deu de ombros-

- Han... Desculpe-me eu não deveria...

- Está tudo bem - colocou sua mão direita em meu ombro e se aproximou-

- Okay... Eu acho melhor eu ir, tenho que andar muito ainda –falei um pouco embaraçado por conta de sua proximidade-

 Mesmo a distância que ainda tinha entre nós, eu podia sentir sua respiração. Ele estava próximo. Meus pés paralisaram, junto com o meu corpo. E meu coração estava um pouco mais rápido que o normal. Ele não iria fazer aquilo ou iria?


Comentem! Comentários incentivam a autora e são sempre bem-vindos!

Paranoia - 6º Capítulo - Acho que te amo

3 comentários: | |
Duas semanas depois
Tossi inúmeras vezes depois de fumar um cigarro de maconha ao lado de Peter, e Brazil. Na casa dele, era cinco da tarde quando Anna chamou-me para ir encontrar com ela lá, e como a doutora havia recomendado eu sai para não ficar sozinha,e é oque eu tenho feito para evitar o garoto do balanço, mas ainda o vejo quando saio da clínica, ainda o vejo em meu quarto e quando estou bebada . Soltei a fumaça que prendia na garganta e fechei os olhos encostando no sofá , era primeira vez que eu havia fumado maconha, eu não deveria, pois a doutora disse "nada de drogas" . Eu senti meus sentidos indo embora a cada tragada

2: I Make You Believe - Hot

Nenhum comentário: | |
"Num avião, em um trem, num carro, não importa, eu vou te por para baixo (PYD, PYD, PYD), completamente (PYD, PYD, PYD)." Justin Bieber, PYD.

5. Paranoia - Sou gente

2 comentários: | |


- Então é isso que se faz na faculdade ? -Ouvi perguntar, e abri os olhos, e o vi sentado ao meu lado da cama encostado a cabaceira,  fechei os olhos de novo e suspirei.
- São quatro da manhã -sussurrei ainda de olhos fechados- Você é gente não, é ? Gente dorme.
- Oque você estava fazendo ? -ele perguntou em um tom que eu diria quase ingenuo

1. I Make You Believe

Nenhum comentário: | |

"Eu vou te colocar para baixo, PYD, PYD, PYD." - Justin Bieber, PYD.

Serial Killer - 15º Capítulo "Mini"

3 comentários: | |

Após longos minutos naquela van, que certamente me levava para minha nova “casa”, eu suspirei sentindo a claridade do sol invadir cruamente a van, em seguida a sua imagem, ele estava ali, e eu mal podia imaginar que poderia ser ele, ele deu espaço para que eu pudesse sair, e eu sorri saindo da van.

4: The Lucky One - Quer Sair Comigo?

Nenhum comentário: | |

     Sai da cabine a ouvi aplausos, eu toda tímida fui até eles.
- Me saí bem? - Digo um pouco preocupada.
- Óbvio que sim - Disse o Michael vindo até mim.
- Brigada - Digo e sorrio.

Serial Killer - 14º Capítulo

2 comentários: | |

Alguns dias depois.

O julgamento é amanhã tenente. —Ana murmurou ao meu lado, dando um leve gole em seu conhaque, eu olhei para fundo do meu copo meio vazio, onde dançavam dois cubos de gelo, trincando lentamente.

I Make You Believe: Sinopse + Personagens E Aviso

3 comentários: | |
(Se liga na sensualidade da bixa)

Bom, como a maioria pediu hoje eu venho trazer a minha mais nova fanfic que entra no lugar de O Sequestro e, também por que a maioria pediu, eu mudei o nome dela que vocês conferem logo após a capa.

"Toda garota sonha em se apaixonar pelo cara certo e ter filhos, viver o seu "felizes para sempre". Com Angel não foi diferente. Mas, e se esse cara certo fosse o mais errado de todos? E se ele fosse o namorado de sua melhor amiga? Era oficial, a quedinha de Angel por Justin virou uma paixão que não poderia ficar só para ela. Era como um tsunami, grande e forte, que nada poderia lhe parar. 
Era oficial. Angel Jhonson estava apaixonada por Justin Bieber."

NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Drama, Famí­lia, Hentai, Romance e Novela, Violência
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Mutilação, Nudez, Sexo, Violêcia.

Personagens:

O aviso é que, para quem gosta de The Lucky One ela será postada toda a sexta-feira e I Make You Believe toda as quartas ok? Beijos divosas.

Desculpa a ausência + Me ajudem

2 comentários: | |
(Awnnn, como não amar?)

Bom não me matem por favor, eu sei que sumi por muitoooooo tempo mas agora estou aqui, firme e forte pronta para perguntar uma coisa há vocês: você querem que eu exclua O Sequestro e começo com Summer Love ou I Make You Believe (Sinopse de ambas no final) ou continue com O Sequestro?
Sinopse SL:
E se você tivesse a chance perfeita? Para ser feliz, realizar seus sonhos e mais?
Você diria sim ou iria embora?
Essas garotas escolheram ficar, elas se apaixonaram, se divertiram mas nem tudo são mil maravilhas.
Um acidente, uma doença, uma traição, um filho, um casamento forçado e um desaparecimento são capazes de mudar para sempre o rumo de histórias diferentes.
Tudo se passa em um verão em Londres, onde a única coisa que eles querem é um motivo para sorriem.

Sinopse IMYB:
"Toda garota sonha em se apaixonar pelo cara certo e ter filhos, viver o seu "felizes para sempre". Com Demi não foi diferente. Mas, e se esse cara certo fosse o mais errado de todos? E se ele fosse o namorado de sua melhor amiga? Era oficial, a quedinha de Demi por Justin virou uma paixão que não poderia ficar só para ela. Era como um tsunami, grande e forte, que nada poderia lhe parar. 
Era oficial. Demi Lovato estava apaixonada por Justin Bieber."

Me ajudem, por favor. Quem me ajudar vai ganhar potato frita. Cometem please. Até.